O promissor mercado de cosméticos

O promissor mercado de cosméticos

Com a crise econômica a todo vapor no país e a indústria e o comércio sofrendo fortes retrações em razão dela, nem mesmo o promissor e sempre crescente mercado dos cosméticos ficou sem sofrer as consequências desse período de recessão.

Entretanto, não há motivo para desespero, mas sim para muito trabalho. É na crise que surgem oportunidades únicas de ser mais criativo no seu ramo de negócios e oferecer diferenciais aos seus consumidores.

Você preferiria comprar um perfume de alguém que o traz até sua casa e você pode experimentá-lo ou prefere ir à uma loja? Qual vendedor te agrada mais, aquele que é simpático ou o que te trata como se estivesse fazendo um favor de te atender?

Em tempos de crise, esses “detalhes” que não bem detalhes, fazem ainda mais diferença. Nesse momento, todos aspectos são considerados na hora da decisão de compra e é por isso que quem pretende trabalhar com cosméticos ou já atua nesse ramo, precisa caprichar para conquistar e reter clientes.

Todo esforço é válido para cativar mais consumidores a comprar os seus produtos. Se você trabalha com revenda por catálogo, não deixe de comparecer às reuniões da empresa e seguir as diretrizes, dicas e orientações que quem está estudando o mercado e sabe como agir em tempos difíceis. Mas também não deixe de seguir os seus instintos e usar seus conhecimentos sobre seus clientes para sua vantagem.

Por mais que o país esteja passando por um momento de cortes de gastos em vários itens do orçamento, se formos capazes de demonstrar a importância dos cosméticos na vida de cada cliente, eles se manterão fieis. Pode ser que diminuam o consumo, mas talvez não cessem. Por isso, vale a pena investir na retenção de quem já estava contigo.

Mas como fazer isso? Como transformar algo considerado superficial e de baixa necessidade algo que vale a pena manter no orçamento mesmo em tempos de economia total? Nesse sentido, usar a criatividade, investir na venda em volume de produtos mais baratos e agregar valor ao seu produto dando dicas e fazendo demonstrações, podem ser algumas formas de contornar a crise e se manter ativa nas vendas.

O mercado dos cosméticos é forte e se manteve em crescimento pelos 23 anos, demonstrando pequenas quedas a partir de 2015. Porém, é possível reverter essa tendência de queda, pois beleza e vaidade vendem e continuarão a ser algo que as pessoas desejam e querem para suas vidas.

Por isso, nada de desistir. Talvez reveja qual produtos você quer focar, mude de estratégia, analise seus procedimentos e você colherá os frutos desse investimento. Hoje em dia os cosméticos abrangem um público muito maior, atingindo até mesmo os homens, por isso, oportunidades não faltam.

Muitas empresas que oferecem a oportunidade de você revender seus produtos tem produtos mais em conta e a possibilidade de começar investindo pouco, diminuindo o seu risco, o que as tornam boas opções para quem quer começar um negócio agora sem arriscar perder valores altos.

Com criatividade, estratégia e muita dedicação é possível continuar vendendo mesmo na crise. Aposte em cursos, trabalhe duro e seja mais uma pessoa a trazer mais beleza para os nossos dias!